LGBT

Nome social é possível na UVA!

Não é novidade para ninguém que algumas pessoas não se identificam com seu gênero e, por isso, adotam o nome social para que possam se sentir mais confortáveis e satisfeitos. Porém, muitos ainda sofrem, pois encontram dificuldade em assumir os nomes escolhidos, não sendo aceitos em partes mais burocráticas do dia a dia.

Pensando nisso, a UVA tomou a iniciativa de adotar o nome social em grande parte de seus serviços. Dessa forma, o aluno é tratado da forma que deseja, sendo essa decisão uma prioridade. O assunto já havia sido discutido, mas a concretização precisou ser trabalhada com cautela.

A nossa Universidade já disponibilizava esse serviço, porém percebeu-se que era necessária a expansão dele. Foi feita uma pesquisa, buscando formas de implementar mais recursos voltados para esse público, visando sempre o bem-estar de cada um. O setor responsável por tornar isso tudo possível foi a PRAE (Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis), que acolheu o desejo dos alunos de se mostrarem como eles querem ser para o mundo.

“A gente tem hoje um formulário que fica no portal, que o aluno preenche e pede a alteração do nome social”, contou Joyce Sobral, funcionária da PRAE e idealizadora de todo o serviço. Ela diz, ainda, que há uma ferramenta já utilizada para enviar e-mails, nos quais os alunos são tratados pelo nome escolhido. O setor Melhoria Contínua já possui novas ideias e projetos com relação a disponibilização, e pretende expandir o uso do nome social para diversos outros serviços da Universidade. Nada melhor do que viver sendo quem você quiser!

Laboratório de Comunicação Interna, Mariah Freitas e Nathália Martins, 7º período de Jornalismo, Universidade Veiga de Almeida – campus Tijuca